Indicadores Turísticos Julho 2019

Lajedo do Pai Mateus, Cabaceiras Paraíba – Brasil – Foto: Cacio Murilo / Acervo PBTUR

O Fluxo Global Estimado para a cidade de João Pessoa, registrou no mês de Julho do ano corrente, um total de 116.352 hóspedes, resultado inferior em 4,17% na comparação com Julho de 2018. No acumulado de janeiro a julho, a estimativa ficou em 753.488 hóspedes, 1,75% acima do mesmo período de 2018. No acumulado dos últimos  12  meses, a estimativa do fluxo apontou 1.272.268 hóspedes, 1,68% a mais do mesmo período anterior.

O Fluxo Global Estimado para a o total do Estado, registrou no mês de Julho  do ano corrente, um total de 173.458 hóspedes, resultado negativo em 2,98% na comparação com Julho de 2018. No acumulado de janeiro a julho, a estimativa ficou em 1.130.830 hóspedes, 1,83% acima do mesmo período de 2018. No acumulado dos últimos  12  meses, a estimativa do fluxo apontou 1.879.252 hóspedes, 2,02% a mais do mesmo período anterior.

A Taxa  de Ocupação Hoteleira da cidade de João Pessoa, apontou para  o mês de Julho uma ocupação de 65,56% dos quartos disponíveis, resultado 3,30 pontos percentuais abaixo do  mesmo mês de 2018.  No acumulado de janeiro a julho, a ocupação hoteleira ficou em 64,36%, resultado superior em 0,74 pontos percentuais na comparação com o mesmo período anterior. No acumulado dos últimos 12 meses a ocupação registrou 65,10%, menos  0,67  pontos percentuais, face ao mesmo período anterior.

Origem do Fluxo – Os principais Estados emissores do Fluxo foram: SP(22,32%) de incidência, PE(17,50%), RN(10,28%), RJ(7,30%) e DF(6,62%). Na comparação em números absolutos frente ao mesmo período anterior, SP teve um acréscimo de 12,72%; PE, decresceu 5,09%; RN, apresentou um incremento de  17,00%; RJ, teve um aumento de 7,91%; e, DF, teve uma alta de 0,60%.  Não houve alteração no Top10 dos Estados emissores.

Por Regiões –  O Nordeste apresentou uma incidência de  42,22% do Fluxo, seguida do Sudeste, com 35,98%; Região  Centro-Oeste, com 10,76%; Sul, com 8,96%; e, a  Região Norte, com 2,08%. Na comparação em números absolutos com o mesmo período anterior, o Nordeste apresentou um incremento de 0,35%; o Sudeste  cresceu de 6,41%; Centro-Oeste apresentou uma alta de 1,13%; A região Sul teve um aumento de 15,31%. Por último, a região Norte registrou uma baixa de  9,80%.

O Fluxo estrangeiro registrou no acumulado de janeiro e julho, uma redução de 6,77% frente ao mesmo período de 2018. Os principais países emissores foram: Argentina(35,10%) de incidência, Estados Unidos(11,82%), Portugal(9,20%), Alemanha(6,15%) e Itália(5,42%). No Top10 dos países emissores, saiu  Uruguai e entrou Paraguai.

Publicações atualizadas aqui   

Fonte: SubCoordenadoria de Estatísticas da PBTUR