Desfile da coleção #SomosTODOSParaíba é sucesso e potencializa trabalho das rendeiras do Cariri paraibano

Noticias
Foto: Francisco França

Os traços marcantes, a delicadeza da renda renascença e o colorido da arte se misturaram na passarela e encantaram o público que acompanhou, na noite dessa quarta-feira (29), o desfile da coleção #SomosTODOSParaíba, resultado de oficinas ministradas pelo estilista Ronaldo Fraga a rendeiras do Cariri paraibano no ano passado. O evento realizado no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, dentro da programação do 31° Salão do Artesanato da Paraíba, foi prestigiado pelo governador João Azevêdo e pela primeira-dama e presidente de honra do Programa do Artesanato da Paraíba (PAP), Ana Maria Lins. Na ocasião, também aconteceu a assinatura do protocolo de intenções para a instalação do Centro de Referência do Artesanato do Cariri, com sede no município de Monteiro.

Ao todo, 25 modelos paraibanas apresentaram os 40 looks confeccionados por 35 rendeiras dos municípios de São Sebastião do Umbuzeiro, Zabelê, Monteiro, Camalaú e São João do Tigre, todos inspirados na obra do artista plástico Flávio Tavares. A trilha sonora do evento ficou sob a responsabilidade da cantora Sandra Belê, que tem forte ligação com a renda renascença por ser filha de rendeira.

Na ocasião, o governador João Azevêdo comemorou o sucesso do evento e ressaltou o esforço do Governo do Estado para garantir a qualificação da produção das rendeiras paraibanas. “É uma satisfação muito grande realçar o que já existe na Paraíba, que é a beleza da renda renascença e os trabalhos das rendeiras do Cariri, juntando a genialidade de Ronaldo Fraga e o traço fantástico de Flávio Tavares, que emocionaram a todos que acompanharam o desfile, permitindo que a renda renascença do nosso Estado seja reconhecida nacionalmente”, frisou.

Ele também destacou as ações da gestão estadual para potencializar o aspecto econômico do artesanato paraibano. “O Salão do Artesanato de João Pessoa já bateu todos os recordes de vendas e a gente sabe que esses investimentos permitem o crescimento do nosso artesanato, gerando emprego e renda. O espaço de vendas que será aberto em Monteiro, em parceria com a prefeitura, por exemplo, agrega um conjunto de valores importantes para o segmento”, acrescentou.

A primeira-dama Ana Maria Lins afirmou que o evento representa o fortalecimento da cultura paraibana aliada ao desenvolvimento de um segmento que integra a base da economia. “Essa é uma ação que valoriza a produção local e o Governo do Estado conseguiu a colaboração do estilista Ronaldo Fraga para fazer uma oficina com as rendeiras do Cariri e esse desfile, que também teve os traços do artista plástico Flávio Tavares, dá um novo incremento e profissionalismo ao nosso artesanato”, disse.

A gestora do PAP, Marielza Rodriguez, evidenciou a sensibilidade da administração estadual para impulsionar as atividades que envolvem mais de quatro mil rendeiras no Estado. “Nós mostramos nesse desfile o resultado de muita coisa boa que aconteceu, com a ajuda de parceiros que fizeram um trabalho com muito amor e carinho e que pensam a renda renascença da Paraíba com a maior vontade de que essas mulheres ganhem dinheiro e sejam protagonistas de uma história de sucesso. A ação do Governo do Estado, juntamente com Ronaldo Fraga, Flávio Tavares e a delicadeza das rendeiras resultaram na apresentação de peças belíssimas, permitindo a todos viver a emoção desse momento, pois o que foi mostrado aqui vai muito além de um look que passou na passarela”, disse.

O estilista Ronaldo Fraga falou da satisfação de desenvolver um trabalho na Paraíba. “Nós vimos mais um traço da manifestação da cultura brasileira, de um Brasil feito à mão, da música paraibana, da moda, do saber e fazer tradicional e é nesse lugar que o Brasil vai fazer uma revolução. A cultura é muito mais que educação e geração de emprego e renda porque ela apropria e orgulha quem a faz. Eu costumo dizer que o amálgama da cultura brasileira é o Nordeste e o amálgama da cultura brasileira no Nordeste é a Paraíba”, comentou.

O artista plástico Flávio Tavares destacou a importância do evento e a satisfação de fazer parte da história da coleção #SomosTODOSParaíba. “Um nome como Ronaldo Fraga abre as portas para o mundo, é um homem de uma capacidade estupenda, que pegou a influência dos meus desenhos e transformou, juntamente com as mãos de fadas das rendeiras do Cariri. Eu não esperava nunca que minha obra terminasse servindo de inspiração para ele e me sinto como se já fosse a comemoração do meu aniversário, já que faço 70 anos no próximo mês”, relatou.

A prefeita de Monteiro, Anna Lorena, falou das expectativas para o funcionamento do Centro de Referência do Artesanato do Cariri. “É uma ação que fomenta a cultura e valoriza o artesanato da nossa cidade e da região, impulsionando a economia local, ampliando a cadeia de emprego e aumentando a renda da população”, disse.

As oficinas ministradas por Ronaldo Fraga fazem parte de um conjunto de ações do Governo do Estado para fortalecer a comercialização da renda renascença, símbolo da região do Cariri.

A rendeira Antônia Maria, do município de São João do Tigre, não escondeu a alegria de participar de um trabalho desafiador. “Foi muito prazeroso porque essa coleção traz uma beleza para a renda renascença. É um momento que nos surpreendeu por mais que a gente tivesse idealizado. Essa coleção nos dá entusiasmo para continuar com esses desafios e viver essa noite que foi inesquecível”, contou.

Já a rendeira Regina Gomes, de São Sebastião do Umbuzeiro, falou do orgulho que sente da profissão e de trabalhar com Ronaldo Fraga e Flávio Tavares. “Foi um sonho, aprendemos e ensinamos a eles e as expectativas são as melhores para as rendeiras que fazem um trabalho belíssimo. A renda renascença dá muito trabalho, mas é feita com muito amor, eu comecei a fazer com oito anos e com nove anos já ganhava dinheiro”, falou.

A jornalista Raquel Medeiros, que assina o blog “Nas entrelinhas”, afirmou que o projeto apresentado na passarela chama a atenção do Brasil para a produção rendeira da Paraíba.
“Não é a primeira vez que um estilista vem beber da fonte da renda renascença, que é uma referência e um produto que tem um selo de identidade reconhecido. A renda faz parte do Cariri paraibano, onde alguns pontos levam nomes de vegetação, de objetos, de insetos e de frutos e ver esse trabalho do Ronaldo Fraga transportado para a moda, inspirado na obra do Flávio Tavares, onde a renda ganhou um roupagem de cores, é ver um resultado exuberante”, analisou.

O design de produtos Sérgio Matos também fez questão de acompanhar o desfile. “Eu acho que a Paraíba tem uma fonte inesgotável de inspirações; é daí que o design e o estilista tiram os seus conceitos e, às vezes, a comunidade não consegue enxergar aquilo como beleza, mas quando vê a peça montada, enche os olhos de qualquer um”, declarou.

Já o veterinário e modelo Neto Alves parabenizou a organização do evento e a qualidade das peças. “Eu me surpreendi com a beleza das roupas, as artesãs fazem um trabalho muito bonito, não conhecia o trabalho do estilista e fiquei muito feliz e grato por acompanhar o desfile. O mais importante é dar valor ao que temos e presenciar isso é contemplar a maravilha dessa produção”, declarou.

O desfile da coleção #SomosTODOSParaíba teve a produção de Haendel Melo e também contou com a parceria do Sebrae, Sereia Praia e a Prefeitura Municipal de Monteiro. A vice-governadora Lígia Feliciano, prefeitos e auxiliares do Governo da Paraíba prestigiaram o evento.