XIX Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo selecionará 21 espetáculos

Noticias

A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) lançou, nesta terça-feira (4), o edital da 19ª Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo. A apresentação aconteceu no Theatro Santa Roza, onde será realizado o evento. O lançamento contou com a participação de artistas, jornalistas e produtores culturais. Uma das novidades deste ano é a mudança de data. No ano passado, a Mostra aconteceu em março e este ano será no período de 17 a 25 de abril. Serão selecionados 21 espetáculos de artes cênicas mais três propostas musicais.

Outra novidade é o valor do cachê, que aumentou de R$ 2,5 mil pagos no ano passado para R$ 3 mil neste ano. Para as propostas musicais, será R$ 1,5 mil. Grupos de fora da Grande João Pessoa (Bayeux, Santa Rita e Cabedelo) receberão ajuda de custo por dois dias para alimentação no valor de R$ 40 por pessoa. Ao longo da mostra, será cobrada bilheteria no valor de R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia entrada). O dinheiro arrecadado com a venda de ingressos será todo entregue ao grupo.

O edital está disponível no site www.funesc.pb.gov.br, juntamente com os formulários de inscrição, que podem ser preenchidos on-line. É vedada a participação de espetáculos contemplados em edições anteriores da Mostra, mesmo que adaptados. Não serão aceitas propostas que desvalorizem o ser humano, incentivem a violência, exponham as mulheres a situações de constrangimento, ou contenham manifestações de homofobia, discriminação racial e social.

A edição de 2020 da Mostra Estadual homenageia Lourdes Ramalho (teatro), José Enoch (dança) e Severina Ramos, a Índia Eleci (circo), por sua contribuição à cultura paraibana e pela dedicação intensa às artes cênicas.

Homenageados

Lourdes Ramalho – A escritora, dramaturga, cordelista e pedagoga Maria de Lourdes Nunes Ramalho nasceu em 1923 na cidade de Jardim do Seridó (RN). Aos 15 anos veio para Santa Luzia (PB), mas em 1958 fixou residência em Campina Grande (PB).

Autora de mais de cem textos teatrais (alguns ainda inéditos), o alcance que tiveram os textos e espetáculos de Lourdes Ramalho lhe rendeu muitas homenagens, indicações e premiações, inclusive internacionais em países como Portugal e Espanha.

Além de textos voltados ao teatro, ela também escreveu livros de poemas “Flor do Cacto” e o livro “Raízes Ibéricas, Mouras e Judaicas do Nordeste”, fruto de suas pesquisas. É autora do texto As Velhas que é um dos marcos do teatro Paraibano.

Faleceu em 7 de setembro de 2019, em Campina Grande, vítima de uma parada respiratória.

Lourdes já foi homenageada em vida na mostra estadual, mas com tantas contribuições realizadas ao longo dos seus 99 anos, foram tantos os seus feitos pelo teatro, que julgamos justa uma segunda homenagem.

José Enoch – Bailarino e professor José Enoch Ramos, natural de Rio Tinto, foi um dos pioneiros no ensino de dança na Paraíba. Famoso por sua versatilidade, Enoch foi o primeiro bailarino brasileiro a se apresentar no Teatro Royal, na Broadway, em Nova Iorque, em 1960. Dançou em dezenas de países, em vários continentes.

Na década de 1970, retornou ao Brasil, trabalhando em Brasília e no Rio de Janeiro e ao retornar a Paraíba, dedicou-se ao ensino da dança abrindo sua escola de dança em João Pessoa, o Ballet Studio José Enoch, que formou várias gerações de dançarinos, no Estado da Paraíba.

Severina Ramos de Souza – Teve como nome artístico “Índia Eleci” e chamado por todos por Dona Severina, nasceu no circo do seu pai (palhaço Pororoca) em 1941 no Estado de Pernambuco, mas toda sua atuação foi no Estado da Paraíba, iniciando seus trabalhos artísticos com 4 anos de idade com números de equilíbrio e contorção em feiras públicas e circos de pano de roda. Formou o circo Ideal junto com seu marido, e logo depois, comprou de um amigo o circo Continental que já recebia esse nome e está atuando até os dias de hoje pelos filhos e netos. Dona Severina faleceu no ano de 2011 por complicações no coração. Dona Severina foi uma das proprietárias de circo mais antiga da Paraíba.

Edital da XIX Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo
17 a 25/04 no Theatro Santa Roza

Cronograma
Lançamento do edital – 04/02/2020
Inscrições – 04/02/2020 a 11/03/2020
Análise preliminar – 12 e 13/03/2020
Curadoria de mérito artístico-cultural – 14 a 19/03/2020
Divulgação dos selecionados – 20/03/2020
Entrega das documentações dos selecionados – 23 a 27/03/2020
Entrega de documentações dos suplentes – 30 e 31/03/2020
Divulgação da programação – 04/04/2020
Edital: www.funesc.pb.gov.br